quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

HORÁRIOS DE MISSAS EM PATROCÍNIO-MG – 2015 / 2016



PARÓQUIA SANTA TEREZINHA
DIA 24 (Quinta-Feira) 
18H – Igreja São Francisco
19h30min – Igreja Matriz Santa Terezinha
19h30min – Igreja Nossa Senhora do Rosário


DIA 25 (Sexta-Feira) 
08H – Igreja São Francisco
09h30min – Igreja Nossa Senhora do Rosário
09h30min – Culto Igreja Nossa Senhora Aparecida
15H – Comunidade Silvano
18H – Igreja Matriz Santa Terezinha
19h30min – Igreja Santa Edwiges


DIA 31 (Quinta-Feira)
 18H – Igreja São Francisco.
19h30min – Igreja Matriz Santa Terezinha
19h30min – Igreja Nossa Senhora do Rosário


DIA 01/2016 (Sexta-Feira) 
08H – Igreja São Francisco
09h30min – Culto Igreja Nossa Senhora do Rosário
09h30min – Igreja Nossa Senhora Aparecida
18H – Igreja Matriz Santa Terezinha
19h30min – Igreja Santa Edwiges




PARÓQUIA SÃO DAMIÃO DE MOLOKAI
DIA 24 (Quinta-Feira) 
07H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19h30min – Igreja São Judas Tadeu
19h30min – Igreja Imaculada Conceição (Carajás)
21H – Igreja Nossa Sra. de Fátima


DIA 25 (Sexta-Feira)
10H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19H – Igreja Nossa Sra. de Fátima


DIA 26 (Sábado) 
19h30min – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19h30min – Igreja São Judas Tadeu


DIA 31 (Quinta-Feira)
 07H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
20H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19h30min – Igreja São Judas Tadeu


DIA 01/2016 (Sexta-Feira)
10H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19H – Igreja Nossa Sra. de Fátima
19h30min – Igreja São Sebastião (Comunidade de Dourados)



PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE PATROCÍNIO
DIA 24 (Quinta-Feira) 
07H – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
19H – Igreja Santa Luzia
19h30min – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
20h30min – Igreja São Geraldo


DIA 25 (Sexta-Feira) 
07H – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
15H – Asilo São Vicente
19H – Igreja Santa Luzia
19H – Igreja Santo Expedito
20h – Igreja São Geraldo


DIA 31 (Quinta-Feira) 
07H – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
19H – Igreja Santa Luzia
19h30min – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
20h30min – Igreja São Geraldo


DIA 01/2016 (Sexta-Feira)
07H – Igreja Matriz Nossa Senhora de Patrocínio
19H – Igreja Santa Luzia
19H – Igreja Santo Expedito
20h – Igreja São Geraldo



PARÓQUIA SÃO JOÃO PAULO II
DIA 24 (Quinta-Feira) 
19H - Igreja Nossa Sra. da Abadia
20h30min – Igreja Matriz São João Paulo II 


DIA 25 (Sexta-Feira)
 08H - Igreja São Sebastião
19H - Comunidade de São Benedito


DIA 31 (Quinta-Feira)
 19H – Igreja São Sebastião
20h30min – Igreja Matriz São João Paulo II 


DIA 01/2016 (Sexta-Feira)
 19h30min – Igreja São Sebastião


PARÓQUIA SÃO JOSÉ
DIA 24 (Quinta-Feira)
07H – Igreja Matriz São José
19H - Igreja Matriz São José


DIA 25 (Sexta-Feira)
19H - Igreja Matriz São José


DIA 31 (Quinta-Feira)
19H - Igreja Matriz São José


DIA 01/2016 (Sexta-Feira)
 19H - Igreja Matriz São José

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Ano Santo da Misericórdia, Jubileu Extraordinário da Misericórdia, Porta Santa. SAIBA MAIS, o que é!

“A festa da Imaculada Conceição exprime a grandeza do amor divino. Deus não é apenas Aquele que perdoa o pecado, mas, em Maria, chega até a evitar a culpa original, que todo o homem traz consigo ao entrar neste mundo. É o amor de Deus que evita, antecipa e salva.”  Papa Francisco.

O Jubileu Extraordinário da Misericórdia foi iniciado nesta terça-feira, 8, Solenidade da Imaculada Conceição. De acordo com a carta do papa Francisco ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, “para viver e obter a indulgência os fiéis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo bispo diocesano, e nas quatro Basílicas Papais, em Roma, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão”. Também os santuários poderão receber os fiéis. Aqui no Brasil, várias dioceses já definiram as datas de abertura da Porta. papa-inicio-ano-santo

O papa Francisco destacou que o momento da peregrinação e da entrada pela Porta Santa deve estar unido, “em primeiro lugar, ao Sacramento da Reconciliação e à celebração da santa Eucaristia com uma reflexão sobre a misericórdia”.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio das Edições CNBB, oferece um folder com informações a respeito do Jubileu Extraordinário da Misericórdia e com indicações de como vivenciar o Ano Santo.

“A peregrinação para se chegar à Porta Santa é um sinal peculiar do Ano Santo. A peregrinação será sinal de que a própria misericórdia é uma meta a alcançar e que exige empenho e sacrifício. Deve ser acompanhada de uma peregrinação interior; “não julgueis, não condeneis, mas, perdoai” (cf. Lc 6, 37-38). A peregrinação sinaliza também a proposta de uma conversão pastoral na perspectiva da misericórdia”, explica um trecho do subsídio, disponível no site das Edições CNBB.

Para o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, o papa quis dar importância à diocese com a abertura das Portas em todo o mundo. “Antes se pensava muito mais na peregrinação à Roma, o que também acontecerá, mas o Santo Padre quis dar uma importância muito grande à Igreja particular. Esse é o elemento fundamental”, disse dom Leonardo.

A CNBB ainda irá publicar subsídios lembrando as Obras de Misericórdia, as quais são um desejo de Francisco. “Eu pedi que a Igreja redescubra neste tempo jubilar a riqueza contida nas obras de misericórdia corporais e espirituais. De fato, a experiência da misericórdia torna-se visível no testemunho de sinais concretos como o próprio Jesus nos ensinou. Todas as vezes que um fiel viver uma ou mais destas obras pessoalmente obterá sem dúvida a indulgência jubilar”, afirmou o pontífice em sua carta.

“Às vezes nós pensamos que a misericórdia tem a ver somente com o Sacramento da Penitência, mas tem a ver com obras de misericórdia. Por isso também nós vamos publicar subsídios lembrando das obras de misericórdia, lembradas no texto de Mateus. Quando nós estivermos diante de Jesus, nós perguntaremos: ‘Senhor quando foi que te vestimos, quando foi que te visitamos? Quando foi que te demos de comer? Cada vez que fizestes a um dos menores, foi a mim que fizestes’”, acrescenta dom Leonardo.

Abertura da Porta Santa

O secretário geral da CNBB também fez uma reflexão a respeito da abertura da Porta Santa da basílica de São Pedro, considerada pelo papa um gesto “muito simples mas, altamente simbólico”.

É um gesto muito bonito o abrir a Porta. É como nós abrimos a porta. Quando o filho está para chegar, a mãe abre a porta. Quando nós queremos visitar alguém, a porta se abre, então o gesto de abrir a porta é deixar vir, mas ao mesmo tempo o desejo de ir. Então, passar pela porta da misericórdia é um jeito de buscar a misericórdia, deixar-se tomar pela misericórdia, fazer com que ela agora seja um sinal permanente na minha vida e na minha existência.

Site oficial: http://www.iubilaeummisericordiae.va/content/gdm/pt.html

Fonte: http://www.cnbb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17797:fieis-poderao-passar-pela-porta-santa-nas-catedrais-e-santuarios&catid=114:noticias&Itemid=106

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Tarde de Louvor – RCC da Paróquia São Damião de Molokai, local: Igreja São Judas Tadeu – Patrocínio-MG. Renovação Carismática Católica do Brasil.

Venha participar conosco neste próximo Domingo, 29 de novembro de 2015, todos serão muito bem vindos! Para encerrar, teremos a celebração da Santa Missa, as 17:00.

Igreja São Judas Tadeu - Paróquia São Damião de Molokai - RCC - Patrocínio-MG. Renovação Carismática Católica do Brasil.

12239544_1365246843490374_4937565019995530099_n

terça-feira, 1 de setembro de 2015

EM SETEMBRO CELEBRAMOS O MÊS DA BÍBLIA

MÊS DA BÍBLIA

Estamos iniciando o mês de setembro que, para nós católicos do Brasil é o mês dedicado à Bíblia. A Igreja do Brasil instituiu este mês temático em 1971, porque no último domingo, celebramos o Dia Nacional da Bíblia, devido à proximidade da festa de São Jerônimo, patrono dos estudos Bíblicos, no dia 30. Porém, desde 1947, se comemora o Dia da Bíblia no último domingo de setembro.

São Jerônimo, que viveu entre 340 e 420, foi o secretário do papa Dâmaso e por ele encarregado de revisar a tradução latina da Sagrada Escritura. Essa versão latina feita por São Jerônimo recebeu o nome de Vulgata, que, em latim, significa popular e o seu trabalho é referência nas traduções da Bíblia até os nossos dias.

Ao celebrar o mês da Bíblia, a Igreja nos convida a conhecer mais a fundo a Palavra de Deus, a amá-la, cada vez mais, e a fazer dela, cada dia, uma leitura meditada e rezada. É essencial ao discípulo missionário o contato com a Palavra de Deus para ficar solidamente firmado em Cristo e poder testemunhá-lo nbiblia-certao mundo presente, tão necessitado de sua presença.

“DESCONHECER A ESCRITURA É DESCONHECER JESUS CRISTO E RENUNCIAR A ANUNCIÁ-LO. SE QUEREMOS SER DISCÍPULOS E MISSIONÁRIOS DE JESUS CRISTO É INDISPENSÁVEL O CONHECIMENTO PROFUNDO E VIVENCIAL DA PALAVRA DE DEUS. É PRECISO FUNDAMENTAR NOSSO COMPROMISSO MISSIONÁRIO E TODA A NOSSA VIDA CRISTÃ NA ROCHA DA PALAVRA DE DEUS” (DA 247)”

A Bíblia – Palavra de Deus – é o fruto da comunicação entre Deus que se revela e a pessoa que acolhe e responde à revelação. Por isso a Bíblia é formada por histórias de um povo, o Povo de Deus, que teve o dom de interpretar sua realidade à luz da presença de Deus e compreender que a vida é um projeto de amor que parte de Deus e volta para Ele.

A Bíblia contém tudo aquilo que Deus quis nos comunicar em relação a nossa salvação. Jesus é o centro e o coração da Bíblia. Em Jesus se cumprem todas as promessas feitas no

terça-feira, 4 de agosto de 2015

04 de Agosto, Dia do Sacerdote (Dia do Padre), Dia de São João Maria Vianney.

A Igreja Católica celebra no dia 04 de agosto a Festa de São João Maria Vianney, padroeiro dos sacerdotes, canonizado pelo papa Pio XI e descrito pelo mesmo como “homem extraordinário e todo apostólico, padroeiro celeste de todos os párocos de Roma e do mundo católico”.

Conhecido em todo o mundo como o Santo Cura d’Ars, São João Maria nasceu na França, em 1786. Depois de passar por grandes provações e dificuldades associadas às suas poucas aptidões intelectuais, foi finalmente ordenado sacerdote em 1815. João Maria era tão pouco dotado que o prelado responsável pela sua ordenação não acreditava que o novo sacerdote tivesse capacidade para pregar e confessar, pois considerava-o com capacidade intelectual insuficiente para tal ministério. No entanto, sua suposição não poderia estar mais errada.

O recém-ordenado sacerdote foi enviado para uma pequena povoação chamada Ars, no interior da França, que não contava mais do que 250 habitantes. E foi lá que ele se tornou um dos mais famosos confessores da história da Igreja, destacando-se pela sua entrega total aos deveres e obrigações do ministério sacerdotal e pelos seus conselhos e pregações divinamente inspirados.

São João Maria Vianney pode ser retratado como o melhor exemplo das palavras profetizadas pelo apóstolo Paulo: “Deus escolheu o que o mundo considera vil e desprezível; escolheu os que nada são para reduzir a nada aqueles que são alguma coisa” (1Cor 1,28).

sábado, 1 de agosto de 2015

01 de Agosto – Dia de Santo Afonso Maria de Ligório

 

file_78461_afonso_de_ligorio-Top 

Afonso de Ligório nasceu no dia 27 de setembro de 1696, no povoado de Marianela, em Nápoles, na Itália. Seus pais, cristãos, ricos e nobres, ao se depararem com sua inteligência privilegiada, deram-lhe todas as condições e todo o suporte para tornar-se uma pessoa brilhante. Enquanto seu pai o preparava nos estudos acadêmicos e científicos, sua mãe preocupava-se em educá-lo nos caminhos da fé e do cristianismo. Ele cresceu um cristão fervoroso, músico, poeta, escritor e, com apenas 16 anos de idade, doutorou-se em Direito Civil e Eclesiástico.

Passou a advogar e atender no fórum de Nápoles, porém jamais abandonou sua vida espiritual, que era muito intensa. Sempre foi muito prudente, nunca advogou para a Corte, atendia a todos, ricos ou pobres, com igual empenho. Porém atendia, em primeiro lugar, os pobres, que não tinham como pagar um advogado, não por uma questão moral, mas porque era cristão.
Depois de dez anos, tornara-se um memorável e bem sucedido advogado, cuja fama chegara aos fóruns jurídicos de toda a Itália. Entretanto, por exclusiva interferência política, perdeu uma causa de grande repercussão social, ocasionando-lhe uma violenta desilusão moral. A experiência do mundo e a forte corrupção moral já eram objeto de suas reflexões, após esse acontecimento decidiu abandonar tudo e seguir a vida religiosa.
O pai, a princípio, não concordou, mas, vendo o filho renunciar à herança e aos títulos de nobreza com alegria no coração, aceitou sua decisão. Afonso concluiu os estudos de Teologia, sendo ordenado sacerdote aos 30 anos, em 1726. Escolheu o nome de Maria para homenagear o Nosso Redentor por meio da Santíssima Mãe, aos quais dedicava toda a sua devoção, e agora também a vida.
Desde então, colocou seus muitos talentos a serviço do Povo de Deus, evidenciando ainda mais os da bondade, da caridade, da fé em Cristo e do conforto espiritual que passava a seus semelhantes. Em suas pregações, Afonso Maria usava as qualidades da oratória e colocava sua ciência a serviço do Redentor. As suas palavras eram um bálsamo aos que procuravam reconciliação e orientação, por meio do confessionário, ministério ao qual se dedicou durante todo o seu apostolado. Aos que lhe perguntavam qual era o seu lema, dizia: "Deus me enviou para evangelizar os pobres".
Para viver plenamente o seu lema, em 1732, fundou a Congregação do Santíssimo Redentor, ou dos Padres Redentoristas, destinada, exclusivamente, à pregação aos pobres e nas regiões de população abandonada, sob a forma de missões e retiros. Ele mesmo viajou por quase todo o sul da Itália pregando a Palavra de Deus e a devoção a Maria, entremeando sua atividade pastoral com a de escritor de livros ascéticos e teológicos. Com tudo isso, conseguiu a conversão de muitas pessoas.
Em 1762, obedecendo à indicação do papa, aceitou ser o bispo da diocese de Santa Águeda dos Godos, onde permaneceu por 13 anos. Portador de artrite degenerativa deformante, já paralítico e quase cego, retirou-se ao seu convento, onde completou sua extensa e importantíssima obra literária, composta de 120 livros e tratados. Entre os mais célebres estão: "Teologia moral", "Glórias de Maria", "Visitas ao SS. Sacramento" e "Tratado sobre a oração".
Após 12 anos de muito sofrimento físico, Afonso Maria de Ligório morreu, aos 91 anos, no dia 1º de agosto de 1787, em Nocera dei Pagani, Salerno, Itália. Canonizado em 1839, foi declarado doutor da Igreja em 1871. O papa Pio XII proclamou santo Afonso Maria de Ligório Padroeiro dos Confessores e dos Teólogos de Teologia Moral em 1950.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

São Pedro e São Paulo – Apóstolos, principais líderes da Igreja Cristã

Hoje (29 de Junho ), a Igreja do mundo inteiro celebra a santidade de vida de São Pedro e São Paulo apóstolos. Estes santos são considerados “os cabeças dos apóstolos” por terem sido os principais líderes da Igreja Cristã Primitiva, tanto por sua fé e pregação, como pelo ardor e zelo missionários.

file_111322_S o Pedro e Sao Paulo_top

Pedro, que tinha como primeiro nome Simão, era natural de Betsaida, irmão do Apóstolo André. Pescador, foi chamado pelo próprio Jesus e, deixando tudo, seguiu ao Mestre, estando presente nos momentos mais importantes da vida do Senhor, que lhe deu o nome de Pedro.

Em princípio, fraco na fé, chegou a negar Jesus durante o processo que culminaria em Sua morte por crucifixão. O próprio Senhor o confirmou na fé após Sua ressurreição (da qual o apóstolo foi testemunha), tornando-o intrépido pregador do Evangelho através da descida do Espírito Santo de Deus, no Dia de Pentecostes, o que o tornou líder da primeira comunidade. Pregou no Dia de Pentecostes e selou seu apostolado com o próprio sangue, pois foi martirizado em uma das perseguições aos cristãos, sendo crucificado de cabeça para baixo a seu próprio pedido, por não se julgar digno de morrer como seu Senhor, Jesus Cristo. Escreveu duas Epístolas e, provavelmente, foi a fonte de informações para que São Marcos escrevesse seu Evangelho.

Paulo, cujo nome antes da conversão era Saulo ou Saul, era natural de Tarso. Recebeu educação esmerada “aos pés de Gamaliel”, um dos grandes mestres da Lei na época. Tornou-se fariseu zeloso, a ponto de perseguir e aprisionar os cristãos, sendo responsável pela morte de muitos deles.

Converteu-se à fé cristã no caminho de Damasco, quando o próprio Senhor Ressuscitado lhe apareceu e o chamou para o apostolado. Recebeu o batismo do Espírito Santo e preparou-se para o ministério.

Tornou-se um grande missionário e doutrinador, fundando muitas comunidades. De perseguidor passou a perseguido, sofreu muito pela fé e foi coroado com o martírio, sofrendo morte por decapitação. Escreveu treze Epístolas e ficou conhecido como o “Apóstolo dos gentios”.

São Pedro e São Paulo, rogai por nós!

http://santo.cancaonova.com/santo/sao-pedro-e-sao-paulo-apostolos-principais-lideres-da-igreja-crista/